Como ajudar pequenos negócios durante a quarentena

| 4 min de leitura

Categoria: Gestão de Negócios

WhatsApp Image 2020 05 05 at 11 41 39

Nós já falamos aqui no blog sobre o que pequenas e médias empresas podem fazer para gerar renda extra nesta época de pandemia, mas, hoje, vamos tratar do que as pessoas podem fazer para melhorar a economia do país. Confira algumas dicas para ajudar pequenos negócios durante a quarentena.

Previsões econômicas para o Brasil

A crise causada pelo coronavírus não tem precedentes por ser uma consequência da pausa na produção mundial e no trabalho. A quarentena é a alternativa mais eficaz para combater a covid-19, preservar vidas e evitar o colapso do sistema de saúde. Por isso, ela vem sendo adotada pela maioria dos países do mundo, com diferentes intensidades.

No Brasil, não é diferente. No entanto, muitos empresários se veem em uma condição delicada, não sabem se apoiam a reabertura do comércio para que a economia não sofra uma baque tão grande e seus negócios fechem, ou se apoiam o isolamento social em um ato de empatia com a sociedade.

Porém, a maioria dos economistas defende que a reabertura neste momento não vai melhorar efetivamente a economia, o prejuízo humano também afetará os setores.

Segundo estimativas americanas, a atual crise pode custar à economia global até 2 trilhões de dólares (cerca de R$ 5.144 trilhões). No entanto, diferente de 2008, onde houve uma grande depressão causada pela crise no sistema imobiliário estadunidense, a economia tende a se recuperar mais rapidamente. Isto, porque os gastos opcionais devem retornar em um futuro próximo.

Ainda é difícil prever quando ocorrerá a retomada econômica efetiva. Levando em conta dados da China e da Coréia do Sul, que já estão se recuperando, o Brasil passará pelo pico da crise até junho.

Dados otimistas divulgados pela equipe de análise do Itaú BBA, apontam uma recuperação parcial do PIB brasileiro ainda em 2020 e total em 2021.

O que você pode fazer para ajudar pequenos negócios durante a quarentena

Todos nós podemos agir para fazer o dinheiro girar dentro da economia e colaborar para melhorar o cenário nacional. Por isso, saiba o que você pode fazer para ajudar pequenos negócios durante a quarentena. Assim, você leva dinheiro para quem mais precisa neste momento.

O primeiro passo para fortalecer a economia e a comunidade é comprar do comércio local. Se você conseguiu manter a sua renda neste período, continue consumindo. Descubra se os estabelecimentos da sua cidade ou bairro estão fazendo entregas e compre o que precisa.

Grandes empresas passarão por essa crise com muito menos dificuldade que os micro, pequenos e médios empreendedores. Por isso, prefira os mercadinhos, padarias e restaurantes locais do que as grandes redes do mercado.

Muitas pessoas perderam os seus empregos e começaram a vender produtos artesanais, como doces, comidas e salgadinhos, para sobreviver. Já que alimentação ainda é essencial, porque não ajudá-los comprando esses produtos neste período?

Se você não puder ajudar financeiramente as empresas, colabore com a transmissão de conhecimento. Se você tem um bom conhecimento sobre redes sociais, plataformas de ecommerce e como fazer sites, pode ajudar os pequenos negócios durante a quarentena compartilhando essas habilidades.

Se você faz parte da comunidade de empresários, pode conversar com outros empreendedores para descobrirem como podem se ajudar neste período e fortalecer a rede de comércio de bens e serviços local.

Profissionais liberais: como ajudar

Diferente dos produtos, que você já pode pagar e receber na sua casa, o setor de serviços possui algumas restrições. No entanto, ainda é possível ajudá-los.

Neste período, se você consegue trabalhar em home office e não teve cortes no salário, estude continuar pagando os profissionais liberais. É a sua hora de cuidar de quem sempre cuidou de você.

Mesmo que as pessoas não possam executar o trabalho agora, continue pagando a empregada doméstica e a babá do seu filho, por exemplo.

No caso de serviços como manicure, barbearia, cabeleireiro, estúdio de tatuagem e procedimentos estéticos, converse com os profissionais e veja se é possível fazer um adiantamento do pagamento.

Assim, você paga agora, ajuda a manter o estabelecimento aberto e recebe os atendimentos contratados depois.

Outra forma de ajudá-los é informando-os de alternativas que podem auxiliá-los neste momento. A Gendo, uma ferramenta de agendamento online e gestão financeira, está com novas funcionalidades direcionadas para este momento.

Cada assinante Gendo recebe um aplicativo próprio e personalizável com a sua marca. Através dele, as empresas incentivam os clientes a fazerem o seu próprio agendamento em casa. Com a funcionalidade “Distanciamento Social”, os profissionais podem limitar o número de atendimento simultâneos de acordo com as regras da sua região.

Caso essa opção seja acionada, os clientes do seu estabelecimento receberão um aviso pelo app sobre a medida de segurança, aumentando, assim, a credibilidade do seu negócio.

Além da limitação de atendimentos, a Gendo disponibilizou uma função de criação de pacotes. Assim, você oferece descontos especiais em procedimentos específicos, o seu cliente paga agora e você realiza o serviço quando puder. É possível fazer o pagamento pelo próprio aplicativo utilizando o cartão de crédito.

Teste a ferramenta por 7 dias gratuitamente, clique neste link: https://www.gendo.com.br/teste-gratis-login.html.

Outros conteúdos que podem ajudar pequenos negócios durante a quarentena:

Empréstimo na quarentena: vale a pena?

Como economizar dinheiro na gestão do seu negócio

O que pequenas empresas podem fazer para manter o caixa durante a quarentena

Comentários